segunda-feira, agosto 15, 2005

Discoteca pela Igreja

Se há coisa de que eu não gosto nada é de discotecas. Aliás, de discotecas e de tudo o que tem que ver com discotecas. Como o casamento, por exemplo. O casamento é a coisa mais parecida com uma discoteca que pode existir: ao princípio está sempre tudo porreiro, é tudo muito giro, mas em menos de nada as pessoas já só se entendem aos gritos.

Tiago Dores (Gato Fedorento)

1 comentário:

Teresinha White Snow disse...

uma pessoa chega ca... despois de umas ferias merecidas e descansadas... e o unico blog que existe mais post e o teu... sim senhora... parabens... LOLOLOL mas poderias colocar menos senas de sexo... nao?!?!? ;)

bem... espero que esteja tudo bem por esses lados...

bjokas***
teresa