quinta-feira, setembro 29, 2005

A partilha


quarta-feira, setembro 28, 2005

O amor é outra coisa...

O amor não é algo que te faz sair do chão e te transporta para lugares que nunca viste.
O nome disso é avião.
O amor é outra coisa.

O amor não é uma coisa que escondes dentro de ti e não mostras para ninguém.
Isso se chama vibrador tailandês de três velocidades.
O amor é outra coisa.

O amor não é uma coisa que te faz perder a respiração e a fala.
O nome disso é bronquite asmática.
O amor é outra coisa.

O amor não é uma coisa que chega de repente e te transforma em refém.
Isso se chama sequestrador.
O amor é outra coisa.

O amor não é uma coisa que voa alto no céu e deixa sua marca por onde passa.
Isso se chama pombo com caganeira.
O amor é outra coisa.

O amor não é uma coisa que tu podes prender ou botar para fora de casa quando bem entender.
Isso se chama cachorro.
O amor é outra coisa.

O amor não é uma coisa que lançou uma luz sobre ti, te levou para ver estrelas e te trouxe de volta com algo dele dentro de ti.
Isso se chama alienígena.
O amor é outra coisa.

O amor não é uma coisa que desapareceu e que, se encontrado, poderia mudar o que está diante de ti.
Isso se chama controle remoto de TV.
O amor é outra coisa.


O amor é simplesmente... o amor.

domingo, setembro 25, 2005

Coisa de MACHO!

Macho que é macho faz ballet. Duvidas?


Então vê este video.

Se quiseres podes fazer o download do video aqui.

Profissionalmente


sábado, setembro 24, 2005

A Lição da Borboleta

Um homem estava observando, horas a fio, uma borboleta esforçando-se para sair do casulo. Ela conseguiu fazer um pequeno buraco, mas seu corpo era grande demais para passar por ali. Depois de muito tempo, ela pareceu ter perdido as forças, e ficou imóvel.
O homem, então, decidiu ajudar a borboleta; com uma tesoura, abriu o restante do casulo, e libertando-a imediatamente. Mas seu corpo estava murcho e era pequeno e tinha as asas amassadas.
O homem continuou a observa-la, esperando que, a qualquer momento, suas asas se abrissem e ela levantasse voo. Mas nada disso aconteceu; na verdade, a borboleta passou o resto da sua vida rastejando com um corpo murcho e asas encolhidas, incapaz de voar.

O que o homem – em sua gentileza e vontade de ajudar – não compreendia, era que o casulo apertado e o esforço necessário à borboleta para passar através da pequena abertura, foi o modo escolhido pela natureza para exercita-la e fortalecer suas asas.
Algumas vezes, um esforço extra é justamente o que nos prepara para o próximo obstáculo a ser enfrentado. Quem se recusa a fazer este esforço, ou quem tem uma ajuda errada, termina sem condições de vencer a batalha seguinte, e jamais consegue voar até o seu destino.

sexta-feira, setembro 23, 2005

Mãos à obra!


quinta-feira, setembro 22, 2005

Coisas de miúdos

Estava um miúdo de 8 anos (mais coisa menos coisa, que até era eu há alguns anos atrás, mas pshiu não digam a ninguém) a brincar na casa da sua vizinha com os seus filhos quando ela a ler uma revista perguntou:
- Sabem o que quer dizer "red"? É inglês.

E eu disse, quer dizer, o miúdo disse:
- Eu sei! Eu sei!

Depois de dizer isto foi a correr até a sua casa que era ao lado e, pouco depois regressa e diz de forma convincente e eufórica:
- "Red" quer dizer vermelho.

Nisto, a vizinha pergunta:
- Foste ver ao dicionário?

Ao que o miúdo responde:
- Não! É que eu tenho lá em casa uma planta que fala inglês. Eu perguntei-lhe e ela disse-me.


Os miúdos têm cá uma imaginação...

Bem, eu agora tenho de ir porque a Filomena (a planta) está na sala à minha espera para me ensinar alemão.

O estado em que Portugal ficou...


quarta-feira, setembro 21, 2005

Auto-Moda


Atenção à cor do colete

A partir do momento em que se tornou obrigatório ter um colete reflector no automóvel, vê-se coletes para todos os gostos à venda nas lojas. Há amarelos, verdes, laranjas e rosa.
Tem de ter atenção à cor do colete que comprou, pois no caso de ter um colete rosa não vai pagar multa, mas vai-lhe acontecer isto.

Pode fazer o download do video aqui.

terça-feira, setembro 20, 2005

Avisa


Carro é coisa de pobre

Excerto duma entrevista ao actor José Wallenstein publicada no jornal "Destak" no dia 5/9/05

Nos dias de hoje, o que é urgente ser feito?
Acabar com a ditadura dos automóveis e com o estacionamento em cima dos passeios. Para não falar daqueles que são arrumados em frente das portas de entrada das casas. É uma barbárie! Às vezes, parece que a cidade é feita para os carros e não para as pessoas.

Porque é que as pessoas são dependentes do automóvel?
É uma questão cultural. Portugal é um país que foi muito pobre. Agora, é só pobre. O carro é um electrodoméstico que é valorizado como uma jóia.

Qualquer semelhança com a realidade...


sexta-feira, setembro 16, 2005

Quem é bom…

Quem é bom dá para que vivam,
Quem ama vive para dar.

Quem é bom suporta a ofensa,
Quem ama esquece-a.

Quem é bom compadece-se,
Quem ama ajuda.

Quem é bom começa e acaba,
Quem ama começa para não mais acabar.

Quem é bom faz o que pode,
Quem ama pode o que parece impossível.

Quem é bom perdoa os erros,
Quem ama não deixa errar.

Quem é bom ajuda quando está perto,
Quem ama está sempre perto para ajudar.

Quem é bom também ama,
Quem ama sempre é bom.

Quem é bom atende as necessidades,
Quem ama tem necessidade de atender.

Quem é bom não faz mal a ninguém,
Quem ama faz o bem a quem quer mal.

Quem é bom vê as condições para dar,
Quem ama dá sem condições.

Quem é bom é como Deus o fez,
Quem ama faz como Deus quer.

Quem é bom cansa-se, às vezes,
Quem ama nunca descansa.

Quem é bom vê o homem que pede,
Quem ama vê, no homem que pede, o Deus que tudo dá.

quarta-feira, setembro 14, 2005

O Benfica e a Joaninha

Qual a semelhança entre uma Joaninha e o Benfica?
-Ambos são vermelhos.



E qual é a diferença?
-A Joaninha tem pontos!!!


PS: Apesar de ser contra o meu clube resolvi publicar porque achei piada (grande desportivismo).

Estará a mostrar serviço ao Scolari?


terça-feira, setembro 13, 2005

Agora não quer outra coisa...


Recandidatura de Mário Soares

Animado pelo anúncio da recandidatura de Mário Soares à Presidência da República, o nosso querido Eusébio já confirmou o seu regresso à Selecção Nacional.

Por seu turno, António Calvário começou a ensaiar o tema que vai levar ao Festival da Eurovisão de 2006.

No caso de Rosa Mota, a atleta portuense reconheceu não ter tempo para se preparar devidamente para os Jogos Olímpicos, a disputar em Pequim, em 2008, pelo que resolveu adiar o seu regresso para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, onde participará na Maratona e nos 10.000 metros.

Finalmente, Portugal em movimento...

segunda-feira, setembro 12, 2005

Aqui jaz...


Boneco de neve Vs. Coelho com secador


Tempos Modernos


sexta-feira, setembro 09, 2005

Cavalaria rusticana


Queimada galega


A queimada galega (aguardente, açúcar, casca de limão e grãos de café) é a bebida tradicional da galicia. E peregrino que é peregrino tem de bebê-la. A queimada galega é um ritual pagão e antes de se beber tem de se fazer o conxuro.

O Conxuro

Mouchos, curuxas, sapos e bruxas.
Demos, trasnos e diaños, espritos das nevoadas veigas.

Corvos, trasnos e meigas, feitizos das menciñeiras.
Podres cañotas furadas, fogar dos vermes e alimañas.
Lume das Santas Compañas, mal de ollo, negros meigallos,
cheiro dos mortos, tronos e raios.

Oubeo do can, pregón da morte; fuciño da sátira e pe do coello.
Pecadora lingua da mala muller casada cun home vello.

Averno de Satán e Belcebú, lume dos cadavres ardentes, corpos
mutilados dos indecentes, peidos dos infernais cús,
muxido do mar embravescido.

Barriga inútil da muller solteira, falar dos gatos que andan a
xaneira, guedella porca da cabra mal parida.

Con este fol levantarei as chamas deste lume que semella ás
do Inferno, e fuxirán as bruxas a cabalo das súas escobas,
indose bañar na praia das areas gordas.

¡Oíde, oíde! os ruxidos que dan as que non poden deixar de
queimarse na aguardente quedando así purificadas.

E cando este berebaxe baixe polas nosas gorxas, quedaremos
libres dos males da nosa ialma e de todo embruxamento.

Forzas do ar, terra, mar e lume, a vos fago esta chamada: se é
verdade que tendes mais poder que a humana xente, eiquí e agora,
facede que os espritos dos amigos que están fora, participen
con nós desta Queimada.

Recordações de Santiago


1) El cura Pajó
2) O tio Luis
3) Las Monxas de adelante
4) A brigada do reumático
5) A cavalaria rusticana
6) Os brasileiros, os espanhóis, a italiana, o americano e o tuga

7) O avião
8) À noite uns ressonam outros "rezam"
9) "homem que é homem..."
10) "pobre que é pobre..."
11) Bater palmas à cego
12) O caldo galego
13) Pimientos de Padrón
14) A queimada galega

15) As setas e as vieiras
16) A união do grupo
17) Os serões muito animados
18) O jantar e o serão internacional
19) Os textos de reflexão
20) As partilhas de grupo
21) Os cânticos
22) As missas e as orações
23) O caminho
24) O ritual da mão na coluna central, a cabeçada na escultura de Mateo e o abraço ao Santo e a visita ao seu túmulo
25) A missa do peregrino com el cura Pajo a concelebrar