domingo, outubro 30, 2005

Médico atrapalhado


Surpresa!!!

É sempre bom fazermos uma surpresa quando um amigo ou colega faz anos... o pior é quando ele também faz algo surpreendente...

Vê aqui o video.


ps: este post é dedicado a duas miúdas espectaculares (Susy e Paulinha) que fizeram anos há muito pouco tempo...

Truque de magia


Ministros...

Um ministro português recebeu, em Lisboa, um ministro angolano. Simpático, o ministro português convidou o outro a ir lá a casa. O ministro angolano foi e ficou espantado com a bela vivenda, num bairro chiquérrimo e com piscina.

Com o informalismo dos luandenses pôs-se a fazer perguntas:
- Com um ordenado que não chega a mil contos limpos, como é que o meu amigo conseguiu tudo isto? Não me diga que era rico antes de ir para o Governo?

O ministro português sorriu, disse que não, antes não era rico. E, em jeito de quem quer dar explicações, convidou o outro ministro a ir até à janela. Está a ver aquela auto-estrada?

- Sim ? respondeu o angolano.

- Pois ela foi adjudicada por 100 milhões. Mas, na verdade, só custou 90... disse o português, piscando o olho.

Semanas depois, o ministro português foi de viagem a Luanda.
O angolano quis retribuir a simpatia e convidou-o a ir lá a casa. Era um palácio, com varandas viradas para o pôr-do-Sol do Mussulo, jardins japoneses e piscinas em cascata.

O português nem queria acreditar, gaguejou perguntas sobre como era possível um homem público ter uma mansão daquelas. O angolano levou-o à janela.
- Está a ver aquela auto-estrada?
- Não.
- Pois...

Ignoro...


sexta-feira, outubro 28, 2005

Filosofia Zen


quinta-feira, outubro 27, 2005

Experiência?!

"A redacção que se segue foi escrita por um candidato numa selecção de pessoal na Volkswagen.
A pessoa foi aceite e seu texto está a fazer furor na Internet, pela sua criatividade e sensibilidade:

Já fiz cócegas à minha irmã só para que deixasse de chorar, já me queimei a brincar com uma vela, já fiz um balão com a pastilha que se me colou na cara toda, já falei com o espelho, já fingi ser bruxo.

Já quis ser astronauta, violinista, mago, caçador e trapezista; já me escondi atrás da cortina e deixei esquecidos os pés de fora; já estive sob o chuveiro até fazer chichi.

Já roubei um beijo, confundi os sentimentos, tomei um caminho errado e ainda sigo caminhando pelo desconhecido.

Já raspei o fundo da panela onde se cozinhou o creme, já me cortei ao barbear-me muito apressado e chorei ao escutar determinada música no autocarro.

Já tentei esquecer algumas pessoas e descobri que são as mais difíceis de esquecer.

Já subi às escondidas até ao terraço para agarrar estrelas, já subi a uma arvore para roubar fruta, já caí por uma escada.

Já fiz juramentos eternos, escrevi no muro da escola e chorei sozinho na casa de banho por algo que me aconteceu; já fugi de minha casa para sempre e voltei no instante seguinte.

Já corri para não deixar alguém a chorar, ja fiquei só no meio de mil pessoas sentindo a falta de uma única.

Já vi o pôr-do-sol mudar do rosado ao alaranjado, já mergulhei na piscina e não quis sair mais, já tomei whisky até sentir meus lábios dormentes, já olhei a cidade de cima e nem mesmo assim encontrei o meu lugar.

Já senti medo da escuridão, já tremi de nervos, já quase morri de amor e renasci novamente para ver o sorriso de alguém especial, já acordei no meio da noite e senti medo de me levantar.

Já apostei a correr descalço pela rua, gritei de felicidade, roubei rosas num enorme jardim, já me apaixonei e pensei que era para sempre, mas era um "para sempre" pela metade.

Já me deitei na relva até de madrugada e vi o sol substituir a lua; já chorei por ver amigos partir e depois descobri que chegaram outros novos e que a vida é um ir e vir permanente.

Foram tantas as coisas que fiz, tantos os momentos fotografados pela lente da emoção e guardados nesse baú chamado coração...

Agora, um questionario pergunta-me, grita-me desde o papel:
"Qual é a sua experiência?"

Essa pergunta fez eco no meu cérebro. "Experiência... Experiência..."
Será que cultivar sorrisos é experiência?

Agora... agradar-me-ia perguntar a quem redigiu o questionário:
- Experiência?! Quem a tem, se a cada momento tudo se renova?"

Azar


Deficiências...

"Deficiente" é aquele que não consegue modificar a sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu própio destino.


"Louco" é quem não procura ser feliz com o que possui.

"Cego" é aquele que não vê o seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria. E só tem olhos para os seus míseros problemas e pequenas dores.

"Surdo" é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir os seus tostões no fim do mês.

"Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.

"Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam da sua ajuda.

"Diabético" é quem não consegue ser doce.

"Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer.

E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois "Miseráveis" são todos os que não conseguem falar com Deus.

É pequenina!!!


Faça exercício

Joana faz exercício há 2 anos.
O marido dela não.

Joana corre 20 minutos todos os dias.
O marido dela não.

Joana faz sexo 4 vezes por semana.
O marido dela não.

Justiça matemática


Dúvida

Porque é que chamamos Prostituta a uma Mulher da Vida quando sabemos que a Morta é que é Enterrada?

segunda-feira, outubro 24, 2005

Dormir na forma

Um grupo de pessoas de Leiria criou a Associação Portuguesa da Sesta, a APAS, para lutar pelo direito à “pausa de repouso intercalar na actividade laboral”. É impressão minha ou isto não é lá muito original? Sim, porque já existe um grupo de indivíduos que se dedica a repousar na actividade laboral, de forma organizada, há muito tempo. Até se reúnem ali para os lados de S. Bento e tudo. Parece que a organização se chama Assembleia da República.

Tiago Dores (Gato Fedorento)

Tese


sexta-feira, outubro 21, 2005

É preciso não imaginar


Funcionário exemplar

Num autocarro super cheio, uma mulher volta-se para um passageiro inconveniente:
- O senhor quer fazer o favor de desencostar e afastar essa coisa volumosa que me está a incomodar?!

- Calma, minha senhora. Não é o que esta a pensar. Este volume é o dinheiro do ordenado que recebi hoje. Enrolei num pacote e pus no bolso esquerdo das calças.

- Ah! Então, o senhor deve ser um funcionário exemplar!

- Porquê?

- É que desde o embarque até agora, o senhor já teve três aumentos salariais...

Honestidade na internet


quarta-feira, outubro 19, 2005

Não sabem...

As pessoas não sabem amar. Mordem em vez de beijar. Batem em vez de acariciar"

no filme The Upside of Anger

Me amarias se eu fosse...


Esmola inteligente

O preço da indecisão


terça-feira, outubro 18, 2005

Brilhante dedução!

Sherlock Holmes e Dr. Watson foram acampar. Após armarem a tenda, comeram um belo jantar e esperaram o anoitecer para se irem deitar. Algumas horas depois, Holmes acorda e abana o seu fiel amigo.

"Watson, olha para cima e diz-me o que vês..."

Watson responde, "Eu vejo milhões e milhões de estrelas..."

"O que é que isso te diz?"

Watson pensou durante um minuto e respondeu: "Astronomicamente, concluo que existem milhões de galáxias e potencialmente biliões de planetas. Astrologicamente, posso ver que Saturno está em Leo. Horologicamente, deduzo que são aproximadamente três e um quarto. Teologicamente, posso ver que Deus é todo-poderoso e que nós somos pequenos e insignificantes. Metereologicamente, suspeito que amanhã vamos ter um lindo dia. O que é que te diz a ti?"

Holmes deu um grande suspiro, esteve em silêncio durante um minuto e depois respondeu: "Idiota, alguém roubou-nos a tenda!!!"

Por isso é que ganharam...


quinta-feira, outubro 13, 2005

Mais vale prevenir...


Música no Regabofe

Agora, o fantástico blog do regabofe (modéstia à parte) tem música!
Tentarei alterar as músicas de 2 em 2 semanas (mais ou menos). E, ainda há mais, se fores uma miúda jeitosa e pagares (em géneros) posso pôr a música que queiras, para isso basta enviares-me um mail com o pedido (não te esqueças de enviar a tua foto).

A primeira música que escolhi foi a mais recente do Pedro Abrunhosa (como já devem ter reparado). Escolhi esta música para dedicá-la a todos os meus amigos e assim relembrá-los de que EU ESTOU AQUI. Por isso, já sabem... para os amigos estou sempre disponível... arranja-se sempre tempo.

Só depende de nós

Se a nota dissesse: "Não é uma nota que faz a música"
... não haveria sinfonia.

Se a palavra dissesse: "Não é uma palavra que faz uma página"
... não haveria livro.

Se a pedra dissesse: "Não há pedra que possa fazer uma parede"
... não haveria casa.

Se a gota dissesse: "Uma gota de água não faz um rio"
... não haveriam oceanos.

Se o grão dissesse: "Não é um grão que semeia um campo"
... não haveria colheita.

Se o homem dissesse: "Não é um gesto de amor que pode salvar a humanidade"
... jamais haverá justiça, paz, dignidade e felicidade na Terra.

Assim como a sinfonia precisa de cada nota;
Assim como o livro precisa de cada palavra;
Assim como a casa precisa de cada pedra;
Assim como o oceano precisa de cada gota d'água;
Assim como a colheita precisa de cada grão de trigo...
A HUMANIDADE PRECISA DE NÓS!

O que estás à espera para perceberes esta realidade?
O mundo precisa do nosso apoio para ser o mundo que todos queremos, desejamos e merecemos.

Não gastes o teu tempo precioso a indagar, vasculhar e fazer grandes "palestras": Por que é que o mundo não é um lugar melhor?

A única questão é somente esta: Como posso torná-lo melhor?

A força de um povo... constrói-se cada dia... todos os dias...

A partir duma nota, duma palavra, duma pedra, duma gota, dum grão...
...DE CADA UM DE NÓS

quarta-feira, outubro 12, 2005

"Forçazinha, querido! Forçazinha!"

A invasão espanhola é tão avassaladora que até os filmes do canal 18 são dobrados em espanhol. Então isto admite-se? Basta! Eu quero ouvir mulheres a ter orgasmos na língua de Camões e é já! Trata-se de uma questão de orgulho nacional. Até porque nós temos cá em Portugal imensas profissionais competentes para esse trabalho. Eu, pelo menos, tenho conhecido imensas mulheres que fingem lindamente o orgasmo.

Miguel Góis (Gato Fedorento)

Inovação no escritório


Cá se fazem...


BMW para mulheres

Um ser tão delicado como a mulher merece cuidados especiais, por isso, a BMW lançou recentemente um novo veículo especialmente criado para as mulheres. Agora elas vão poder estar mais descansadas... e nós também!

Veja o video aqui ou faça o download do video aqui.

terça-feira, outubro 11, 2005

Deve ser por isso...


sexta-feira, outubro 07, 2005

Poema à toa

Não amo a cor dos olhos,
amo o olhar.
Não amo a brancura dos dentes,
Amo o sorriso.
Não amo o contorno dos lábios,
amo o beijo.
Não amo o formato dos braços,
amo o abraço.
Não amo o alongado dos dedos,
amo a carícia.
Não amo as curvas das pernas,
amo o andar.
Não amo o volume dos seios,
amo o aconchego.

E que bom não seja isto uma escultura,
Seja apenas um poema à toa.
Porque não amo um corpo,
Amo uma pessoa.

Moacyr Sacramento

Mau feitio


Novos tempos

Primeira noite de um casal recém-casado. Quando vão para a cama, a mulher diz ao marido:

- Sabes, amor, eu não te disse, mas eu não sei fazer nada de nada!

- Não te preocupes, minha linda, tiras a roupa e deitaste sobre a cama, relaxas, afastas as pernas e deixa que eu faço o resto!

E ela, muito meigamente responde:

- Não! Eu sei fazer amor. O que eu não sei é cozinhar, lavar, passar a ferro...

E depois queixam-se...


Só tem futuro...


quinta-feira, outubro 06, 2005

E a seguir... vai ser o quê?


terça-feira, outubro 04, 2005

Tudo cai


"A verdade não é uma só"

Por que é que o frango cruzou a estrada?

Criança - Porque sim.
Professora primária - Porque queria chegar ao outro lado da estrada.
Nietzsche - Ele deseja superar a sua condição de frango, para tornar-se um superfrango.
Sartre - Trata-se de mera fatalidade. A existência do frango está na sua liberdade de cruzar a estrada.
Blaise Pascal - Quem sabe? O coração do frango tem razões que a própria razão desconhece.
Aristóteles - Está na natureza dos frangos cruzar a estrada.
Maquiavel - A quem importa o porquê? Estabelecido o fim de cruzar a estrada, é irrelevante discutir os meios que utilizou para isso.
Freud - A preocupação com o facto de o frango ter cruzado a estrada é um sintoma de sua insegurança sexual.
Darwin - Ao longo de grandes períodos de tempo, os frangos têm sido seleccionados naturalmente, de modo que, agora, têm uma predisposição genética para cruzar estradas.
Einstein - Se o frango cruzou a estrada ou a estrada se moveu sob o frango, depende do ponto de vista. Tudo é relativo.
George Orwell - Para fugir da ditadura dos porcos.
Marx - O actual estado das forças produtivas exige uma nova classe de frangos, capazes de cruzar estradas.
Martin Luther King - Eu tive um sonho. Vi um mundo no qual todos os frangos eram livres para cruzar a estrada sem que sejam questionados os seus motivos.
Moisés - Uma voz vinda do céu bradou ao frango: "Cruza a estrada!" E o frango cruzou a estrada e todos se regozijaram.
José Sócrates - Não tenho nada a ver com isso. A culpa é do governo anterior.
Feministas - Para humilhar a franga, num gesto exibicionista, tipicamente machista, tentando, além disso, convencê-la de que, enquanto franga, jamais terá habilidade suficiente para cruzar a estrada.
Lili Caneças - Porque queria juntar-se aos outros mamíferos.

segunda-feira, outubro 03, 2005

Exagero!!!


Ninguém pode saber...

Um Nadador salvador estava numa praia do Algarve, ouviu alguém a gritar por socorro. Rapidamente atira-se ao mar para salvar o sujeito.
Quando consegue trazê-lo de volta para a praia e já em plena segurança ele surpreende-se com o rosto conhecido.
- O senhor não é o Primeiro-Ministro José Sócrates?
- Sou eu mesmo! Tu salvas-te a minha vida! Podes pedir o quiseres, que eu te darei!
O Salva-vidas olha para os lados, pensa um pouquinho e fala baixinho:
- O senhor seria capaz de me fazer um grande favor, então?
- Claro, o que pedires!
- Então não conte para ninguém que fui eu que o salvei, tá?

sábado, outubro 01, 2005

O melhor do mundo são as crianças

Na minha escola havia um rapaz que tinha um problema no pescoço, uma espécie de torcicolo permanente que fazia com que ele andasse sempre com a cabeça ligeiramente inclinada para o lado direito. Como é óbvio, eu chamava-lhe “O Cabeça Torta”. A generalidade dos meus colegas, contudo, chamava-lhe “Carlos”. Nunca percebi porquê.

Ricardo de Araújo Pereira (Gato Fedorento)

Justificações