sábado, julho 14, 2007

Fim...

Pois é...
Este é, oficialmente, o último post deste blog. É o fim do blog, mas não do regabofe, pois a vida sem regabofe não tem a mínima piada. Vivam a vida ao máximo ao em vez de apenas existir. Carpe diem.
Agradeço a todos os que visitaram o blog e a todos os que comentaram os post. Eu continuarei a visitar os vossos blogues apesar de, provavelmente, não poder deixar qualquer comentário por falta de tempo.

PS: Antes deste post publiquei mais alguns para poderem ter (ou não) mais alguns momentos de puro regabofe.

Onze minutos...

Quando nos encontramos com alguém e nos apaixonamos, temos a impressão de que todo o universo está de acordo; hoje eu vi isso acontecer no pôr-do-sol. Entretanto, se algo dá errado, não sobra nada! Nem as garças, nem a música ao longe, nem o sabor dos lábios dele. Como é que pode desaparecer tão rápido a beleza que ali estava fazia poucos minutos?

A vida é muito rápida; faz a gente ir do céu ao inferno em questão de segundos.


Paulo Coelho in "Onze Minutos"

Para sempre...

Se uma pessoa diz a outra que a ama, a própria linguagem supõe a expressão "para sempre". Não tem sentido dizer: - Amo-te, mas provavelmente só durará uns meses, ou uns anos, desde que continues a ser simpática e agradável, ou eu não encontre outra melhor, ou não fiques feia com a idade. Um "amo-te" que implica "só por algum tempo" não é um amor verdadeiro. É antes um "gosto de ti, agradas-me, sinto-me bem contigo, mas de modo algum estou disposto a entregar-me inteiramente, nem a entregar-te a minha vida".

Mikel Santamaría Garai

Era para poupar água...

Toda a gente sabe que é importante cada vez mais poupar água.
Eu também quero contribuir para essa poupança...
Ora, como ouvi que uma das formas de se poupar água no duche é tomar banho acompanhado e eu até sou a favor dessa prática.
Agora só preciso de ajuda para explicar à minha namorada porque razão ela me apanhou na banheira com duas das minhas vizinhas.

Oooops!!!

Ronrono...

Procura-se sombra...

Out of order...